Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

letras de liberdade

Blog com letras minhas e letras das leituras que vou fazendo.

letras de liberdade

Blog com letras minhas e letras das leituras que vou fazendo.

 

Corre pela rua,

Sorrindo, uma criança.

A mesma que flutua

Pela ideia que balança

Entre o sonho e o real.

(Nada é mais natural.)

 

Apenas ela é capaz

De se transfigurar

Em plenitude audaz,

De conseguir penetrar

Pelas regras estabelecidas

Que por nós são aduzidas.

 

Mas a criança já não corre

Pois deixou de ser incauta.

A gota que pela face escorre

É a nota que destoa na pauta

Da vida de quem se esqueceu

E escondeu a inocência no véu.

 

4 comentários

Comentar post