Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

letras de liberdade

Blog com letras minhas e letras das leituras que vou fazendo.

letras de liberdade

Blog com letras minhas e letras das leituras que vou fazendo.

Falta sedentarismo na nossa relação com o tempo. A pressa de ir. A impaciência que chegue o depois. Gente que vive a correr, que vive, literalmente, a correr. O fast-tudo. Gente que se sente refugiada do presente. O presente, esse tirano, que nos obriga a escolher, que traz a picada mais forte das consequências das nossas escolhas passadas. Esse ditador, o presente, que é chuva e eu queria sol; que é trabalho e eu queria férias; que é criança aos berros e eu queria silêncio; que é realidade e eu queria utopia. É o futuro que queremos, o sonho americano, a terra nova, é para lá que queremos ir! Mas quando lá chegamos, ao futuro, afinal ele chama-se presente, esse ditador, que é sol e eu queria chuva; que é férias e eu queria trabalho; que é silêncio e eu queria ter uma criança à minha beira; que é realidade e eu queria utopia.