Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

letras de liberdade

Blog com letras minhas e letras das leituras que vou fazendo.

letras de liberdade

Blog com letras minhas e letras das leituras que vou fazendo.

a tua voz é o colo onde eu gosto de adormecer.

Tive um professor de música que dizia serem únicas as vozes das pessoas, não havendo duas exatamente iguais.

Como se de uma chave se tratasse - e acreditando naquele professor -, só uma voz poderia abrir e desarmar a minha guarda.

Adormecer junto de alguém é fazer nudismo: despem-se as manias, os tiques, a persona educada que julgamos ser. Pasmai-vos (ou não), mas corremos riscos, o da baba a escorrer pelo canto de boca aberta ou o do ronco como um grande reco bravo locomovido.

Todos o fazemos, sim, vá lá, não digais que não, vós é que não vos vedes nessas figuras estando a dormir.

E se sentis vergonha disso, esquecei.

Sabei que só o fazeis junto de alguém que tem a voz que desarma as defesas sociais que inventastes acordados.

Há uma voz, única, que quando sai da boca da sua emissora não se propaga apenas, transfigura-se, revelando um colo que, por maiores ou mais velhos que sejais, está sempre pronto a embalar-vos.

Boa noite, diz-me a voz que é colo onde eu gosto de adormecer. A tua.